Artigos

Testes Rápidos Covid-19 para Eventos

  • Possibilidade de realização dos testes nos postos da rede CMP
  • Preços especiais para EVENTOS
  • Testes TRAG urgentes sem marcação no Drive Thru Santa Maria da Feira
  • Testes PCR urgentes em 5 horas no Drive Thru Santa Maria da Feira
  • Testes PCR na saliva aconselhado para crianças, pessoas com desvios do septo nasal, entubados ou indivíduos que necessitam de ser testados

No seguimento da atualização da Norma DGS nº019/2020 devem ser realizados os testes rápidos COVID-19 nas seguintes situações:

  • Nos eventos de natureza familiar, com reunião de pessoas fora do agregado familiar, aos profissionais e participantes, sempre que o número de participantes for superior a 10;
  • Nos eventos de natureza cultural ou desportiva, aos profissionais e participantes/espectadores, sempre que o número de participantes/espectadores seja superior a 1000, em ambiente aberto, ou superior a 500, em ambiente fechado.

O CMP disponibiliza os seguintes serviços:

  • Testes realizados por Técnicos de saúde especializados, com competência técnica e científica para a recolha da amostra, realização do teste e interpretação dos resultados;
  • Utilização de EPI’s adequados ao risco biológico;
  • Resultados entregues em 20 minutos;
  • Os resultados são registados na plataforma do Sistema Nacional de Vigilância Epidemiológica (SINAVE), cumprindo a obrigatoriedade imposta pela DGS;
  • Emissão de boletim analítico validado biopatologicamente;
  • Disponível a APP do Laboratório para a marcação dos testes, receção do resultado e histórico de todos os testes efetuados.

Teste à COVID-19 na saliva já disponível

O Laboratório de Análises Clínicas Centro Médico da Praça já tem disponível a análise para a COVID-19, por método de RT-PCR, realizada a partir da saliva. Este novo método tem inúmeros benefícios para os utentes, mantendo toda a sensibilidade característica do método RT-PCR, considerado como a referência para o diagnóstico da COVID-19.

Colheita por saliva – método não invasivo

A possibilidade de utilizar a saliva para a pesquisa do vírus SARS-CoV-2 foi recentemente aprovada pela Direção-Geral da Saúde (DGS) e oferece o mesmo rigor de diagnóstico que a tradicional zaragatoa nasofaríngea e orofaríngea, com a vantagem acrescida do conforto e facilidade de colheita.

A quem se destina?

A análise a partir da saliva está indicada para toda a comunidade, podendo ser utilizada em:
– Crianças;
– Pessoas com traumatismos e desvios no septo nasal;
– Doentes crónicos sujeitos a testagem regular;
– Grupos profissionais que sejam submetidos frequentemente a testes à COVID-19.

Por se basear numa amostra fácil de recolher, o teste de saliva pode aumenta a capacidade de testagem da população e promove a realização de testes rigorosos em locais como escolas, empresas, instituições de saúde, aeroportos e lares.

A mesma eficácia com muito mais conforto

O avanço do conhecimento científico sobre a COVID-19 e os inúmeros estudos realizados à escala mundial, demonstraram que a utilização da saliva para a análise de RT-PCR é um bom método alternativo à zaragatoa tradicionalmente utilizada.

A amostra colhida na língua e na cavidade oral, demonstrou conter RNA do vírus SARS CoV-2 em qualidade suficiente para a deteção viral por RT-PCR e com elevadas taxas de sensibilidade.

Para o utente, a recolha de saliva é muito mais confortável, facilitando a testagem e aumentando a capacidade de controlo da pandemia.

Marque a sua Análise PCR COVID-19 na saliva

O Laboratório de Análises Clínicas Centro Médico da Praça disponibiliza a análise de PCR COVID-19 na saliva, em todos os seus locais de testagem COVID-19, assim como ao domicílio.

Faça já a sua Marcação Online ou pelo Telf. 256 590 040 

COVID-19 – Alimentação Saudável para as Crianças

A pandemia por COVID-19 já tem importantes implicações humanas e sociais no quotidiano de cada português.

A alimentação na infância tem um papel determinante no crescimento e desenvolvimento das crianças e é neste período que se moldam os nossos gostos e preferências alimentares e que programamos a nossa saúde futura.

Em Portugal, 29.6% das crianças entre os 6 e os 9 anos têm excesso de peso, incluindo obesidade. Nos últimos anos, houve um decréscimo desta tendência, e só iremos conseguir manter esta tendência decrescente se formos todos agentes promotores da alimentação saudável, nomeadamente nestes momentos em que as crianças passam mais tempo em casa.

Regras para uma alimentação saudável nas crianças:

 

1. Coma mais fruta e hortícolas
Comer fruta e hortícolas nas quantidades necessárias é a regra de ouro da alimentação saudável. Coma sopa no início das refeições principais e 2 a 3 peças de frutas por dia.

 

 

 

 

 

 

2. Beba mais água do que bebidas açucaradas
As bebidas açucaradas (refrigerantes) são um dos produtos alimentares que mais contribuem para a ingestão de açúcar nas crianças adolescentes. Reduza o consumo destas bebidas. Promova em alternativa o consumo de água nas crianças é fundamental para uma alimentação saudável.

 

 

 

 

 

3. Evite os snacks hipercalóricos, ricos em sal, açúcar e gordura
A estratégia mais eficaz para evitar o consumo excessivo destes produtos alimentares é seguramente não comprar e substituir estes alimentos por outros mais saudáveis, mas saborosos à mesma.

 

 

 

 

 

4. Leite e derivados todos os dias mas na dose certa
São fonte de nutrientes essenciais como o cálcio e outros minerais e vitaminas. A quantidade diária não deve ultrapassar a 400-500 ml. Leia os rótulos e compare, e escolha os lácteos com menos açúcar, preferindo iogurtes sem aromas ou sem pedaços de fruta. A fruta pode ser adicionada em casa.

 

 

 

 

 

5. Faça uma alimentação completa, variada e equilibrada, seguindo os princípios da roda dos alimentos
Devemos incentivar as crianças a comer alimentos de cada grupo da Roda dos Alimentos e a beber água diariamente. Devem comer em maior quantidade alimentos dos grupos com maior dimensão e em menor quantidade alimentos dos grupos mais pequenos. Lembre-se que o pescado, é uma das melhores fontes de iodo na nossa alimentação e a ingestão da quantidade correta assegura um adequado desenvolvimento cognitivo.

 

 

 

 

6. Chame os seus filhos para ajudar a cozinhar, é uma maneira deles aprenderem
Neste período, em que muitas vezes não sabemos o que fazer com os nossos filhos, há determinadas oportunidades que surgem para nos cultivar. Use este tempo, para ensinar os mais novos a cozinhar de forma saudável! É uma aprendizagem para a vida.